Base de dados : FILMOGRAFIA
Pesquisa : ID=037536 []
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Completo]

página 1 de 1


   1 / 1
seleciona
TRÊS IRMÃOS DE SANGUE
Categorias
Longa-metragem / Sonoro / Não ficção

Material original
35mm, COR, 104min, 2852m, 24q

Data e local de produção
Ano: 2006
País: BR
Cidade: RJ


Circuito exibidor
Exibido em Juiz de Fora a 11.11.2007, no Parque Halfeld.
Sinopse
História de três irmãos brasileiros que fizeram da solidariedade sua grande arma na luta pela vida e que ajudaram a transformar o Brasil num país mais justo e solidário: Hebert de Souza (Betinho), Henrique de Souza Filho (Henfil) e Francisco Mário de Souza (Chico Mário). Sua vidas se confundem com a própria história política, cultural e social do país, na segunda metade do século XX. O documentário também mostra o grande infortúnio dos três irmãos que, por irresponsabilidade do sistema de saúde, morreram de Aids, doença contraída em transfusões de sangue. (Baseado em Primeiro Plano/2007 e Revista de Cinema)
Gênero
Documentário
Termos descritores
Política; Família; Saúde; Sociologia; Desenho; Música popular
Descritores secundários
Revolução de 64; Betinho; Sociologia; Henfil; Márcio, Chico; Hemofilia; AIDS - Síndrome da Imunodeficiência Adquirida; Cartum; Música popular brasileira
Termos geográficos
BR
Produção
Direção de produção: Reiniger, Ângela Patrícia

Distribuição
Companhia(s) distribuidora(s): Filmes do Estação

Argumento/roteiro
Roteiro: Reiniger, Ângela Patrícia / Gualda, Cristiano


Direção
Direção: Reiniger, Ângela Patrícia

Fotografia
Direção de fotografia: Zavareze, Márcio

Som
Direção de som: Dias, Aurélio

Montagem
Montagem: Brandão, Cassiano

Direção de arte
Direção de arte: Schreiner, Adrianne

Música
Trilha musical: Mário, Chico

Identidades/elenco:
Souza, Hebert de
Souza Filho, Henrique de
Souza, Francisco Mário Figueiredo de

Conteúdo examinado: N
Fontes utilizadas:
Revista de Cinema, v.8, n.79, agosto, 2007, p.18
O Globo, 06.09.2005, caderno 2, p.3
Primeiro Plano/2007
Revista BRAVO, n.120, agosto, 2007, p.71
Observações:
O Globo de 06.09.2005 grafa o nome da diretora como <Regueiro, Angela> e informa que a trilha é de <Souza, Marcos>, filho de <Mário, Chico>.
Revista BRAVO informa que o roteiro percorre as três histórias sublinhando o que as unia: "o apego a valores como liberdade, justiça e amor pelo país."
Revista de Cinema assinala que o filme "traça a tragédia nos anos da ditadura pelo infortúnio de três irmãos que - ironia do destino - não pereceram nos porões de tortura e sim pela irresponsabilidade do sistema de saúde".
Revista Set observa que, "de certa forma, é um filme sobre a superação da morte pelo trabalho artístico e humanitário".
Esta obra foi incluída no projeto 914BRZ4013 da <SAv> - <Unesco>, que promoveu o levantamento de filmes fomentados pela <Secretaria do Audiovisual> do <Ministério da Cultura>.




página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Pesquisa avançada   
Pesquisar por : Pesquisa simples   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH powered by WWWISIS