Base de dados : FILMOGRAFIA
Pesquisa : ID=024821 []
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Completo]

página 1 de 1


   1 / 1
seleciona
Cartaz
PERDIDA

Categorias
Longa-metragem / Sonoro / Ficção

Material original
35mm, COR, 75min, 2.060m, 24q, 1:1'37

Data e local de produção
Ano: 1975
País: BR
Cidade: Rio de Janeiro
Estado: RJ


Certificados
Certificado de Censura Federal 87.920, válido até 02.01.1981, impróprio para menores de 18 anos.
Data e local de lançamento
Data: 1976.02.15; 1976.09.15
Local: Juiz de Fora - MG; Rio de Janeiro


Sinopse
"Agredida pelos patrões, Estela, empregada doméstica em Rio Verde, norte de Minas, foge com a trouxa na cabeça. Um bêbado investe contra ela no bar de um posto de gasolina, mas um chofer de caminhão a salva e a leva para casa. Num gesto carinhoso, que a princípio Estela estranha, mas acaba achando justo, ele lhe arranja colocação na zona do baixo meretrício local. Zeca, o poeta da zona boêmia e colaborador do jornal da cidadezinha, apaixona-se por Estela, mas não é correspondido, pois o amor de Estela é o chofer que a deixou lá. Zeca é assassinado por um freguês de Estela, que resolve deixar aquela vida e vai trabalhar numa fábrica. De volta, o chofer tenta recolocá-la na vida, mas sem sucesso, pois agora ela prefere partir para Belo Horizonte e abandoná-lo". (Brasil Cinema, 1975)
Gênero
Drama
Termos descritores
Trabalho; Mulher; Sexo; Comportamento Social; Crime
Descritores secundários
Prostituição; Homicídio; Jornalismo; Casamento
Termos geográficos
Rio Verde - MG
Prêmios
Prêmio Coruja de Ouro, 1976, do INC - Instituto Nacional do Cinema, de Melhor Filme..
Prêmio Governador do Estado de São Paulo, 1976, SP, de Melhor Ator para Rangel, Helber.
Prêmio da Crítica do Rio de Janeiro, 1976, de Melhor Atriz para Silvia, Maria.
Prêmio Golfinho de Ouro do Museu da Imagem e do Som, 1976, RJ.
Produção
Companhia(s) produtora(s): Produções Cinematográficas Mapa Ltda.
Companhia(s) co-produtora(s): Embrafilme - Empresa Brasileira de Filmes S.A.
Direção de produção: Sarmento, Luiz Fernando
Produção executiva: Viana, Zelito; Correia, Carlos Alberto Prates
Produtor associado: Eckstein, K. M.
Assistência de produção: Cadaval, Silvia

Distribuição
Companhia(s) distribuidora(s): Embrafilme - Empresa Brasileira de Filmes S.A.

Argumento/roteiro
Argumento: Correia, Carlos Alberto Prates
Roteiro: Correia, Carlos Alberto Prates


Direção
Direção: Correia, Carlos Alberto Prates
Assistência de direção: Freire, Álvaro

Fotografia
Direção de fotografia: Ventura, José Antônio
Assistência de fotografia: Guimarães, Jadeyr
Câmera: Ventura, José Antônio
Assistência de câmera: Nunes, Francisco Balbino

Som
Direção de som: Motta, Onélio
Mixagem: Raposeiro, Victor
Direção de dublagem: Motta, Onélio

Dados adicionais de som
Ruídos de sala: José, Geraldo

Montagem
Montagem: Brajsblat, Carlos

Direção de arte
Figurinos: Wilson, Carlos
Cenografia: Wilson, Carlos
Letreiros: Souza Filho, Ruy de
Títulos de apresentação: Souza Filho, Ruy de

Música
Arranjos musicais: Grupo Corte Palavra; Tavinho; Eduardo, Zé; Paulão; Melão

Dados adicionais de música
Regente Maestro: Moura, Tavinho;

Regente Maestro: Antunes, Murilo;

Regente Maestro: Viola, Zézinho da

Intérprete(s): Grupo Corte Palavra; Tavinho; Eduardo, Zé; Paulão e Melão

Identidades/elenco:
Silvia, Maria (Estela e Janete)
Freire, Álvaro (Júlio César)
Rangel, Helber (Zeca de Oliva)
Cadaval, Silvia (Neusa)
Alves, Maria (Marizona)
Portinho, Thais (Fernanda)
Reston, Thelma (Emília)
Ribeiro, Maria (Mãe de Estela)
Grey, Wilson (Pai)
Botelho, Jorge (Amigo rico)
José, Fernando
Gigliotti, Lupe
Athar, Ana Aben
Castro, Angela de
Lavigne, José
Steinberg, José
Wilson, Carlos
Camargo, Fábio
Villaboin, Paschoal
Pereira, Haroldo
Rosemberg Filho, Luiz
Murakami, Mário
Jesus, Dhe
Stone, Charles
Benitez, Ercília
Coelho, Lindacy
Paula, Ana
Dieguez, Danilo
Rocha, Luiz Carlos
Maucha

Conteúdo examinado: S
Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
Guia de Filmes, 64
Brasil Cinema, 1975
CA/AF
CB/EMB-110.1-00083
Fontes consultadas:
ACPJ/II
MA/CFCCM
JN/Imigrante Alemão - II
Observações:
Realizado em 1975, só foi liberado pela censura, com cortes, em 1976.
ACPJ/II aponta o título <PERDIDA - UMA MULHER NA VIDA>.
MA/CFCCM aponta: " o filme não conseguiu exibição e foi recusado no <Festival de Brasília>".
CA/AF informa que o filme foi exibido na mostra <Realidade Social Contemporânea no Filme Brasileiro, A> promovida pelo <CEC> - <Centro de Estudos Cinematográficos> de Belo Horizonte. A mostra aconteceu de 11.08 a 01.09.1979




página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Pesquisa avançada   
Pesquisar por : Pesquisa simples   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH powered by WWWISIS