Base de dados : FILMOGRAFIA
Pesquisa : ID=016609 []
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Completo]

página 1 de 1


   1 / 1
seleciona
O DIABO DE VILA VELHA
Categorias
Longa-metragem / Sonoro / Ficção

Material original
35mm, COR, 90min, 2.528m, 24q, Eastmancolor, 1:1'37

Data e local de produção
Ano: 1965
País: BR
Cidade: Curitiba
Estado: PR


Certificados
Certificado de Censura Federal 26.170 de 21.10.1965, válido até 21.10.1970, livro 5, 2.528m, 6 cópias, proibido para menores de 14 anos.Censurado em 19.04.1966, 92m, 06 cópias, trailer.Certificado de Censura Federal 28.077 de 24.03.1966, válido até 24.03.1971, livro 5, 92m,6 cópias de trailer proibido para menores de 14 anos, Brasília.
Data e local de lançamento
Data: 1966.05.30
Local: São Paulo - SP
Pré-lançamento: 1965.10.25
Local de pré-lançamento: Curitiba - PR


Circuito exibidor
Exibido em São Paulo em maio de1966, no Art-Palácio e em junho no Joá, no Monumento, no Nacional, no Zelina e no Guarujá.
Exibido no Rio de Janeiro no São Luís, no Capitólio, no Miramar, no Copacabana, no Carioca e no Imperator.
Sinopse
"O vilarejo de Vila Velha é controlado por um poderoso coronel apelidado de 'Diabo', que manipula políticos e pistoleiros da região. Ele contrata um assassino de aluguel para eliminar todos os seus inimigos, mas no final é morto por um tenente que chega para salvar o povo." (AB-IF/MALDITO)
Gênero
Drama; Aventura; Faroeste
Termos descritores
Política; Morte; Polícia
Descritores secundários
Homicídio
Termos geográficos
Vila Velha - PR
Produção
Companhia(s) produtora(s): N. T. M. - Nelson Teixeira Mendes Produtora e Distribuidora de Filmes
Produção: Mendes, Nelson Teixeira
Direção de produção: Lemos, Jorge

Produção - Dados adicionais
Coordenação de produção: Palacios, Alfredo
Relações pública: Moreira, Laertes A.
Gerente de produção: Moreira, José Paulo

Distribuição
Companhia(s) distribuidora(s): Satélite Filmes

Argumento/roteiro
Argumento: Mendes, Nelson Teixeira; Fraga, Ody
Roteiro: Marins, José Mojica; Fraga, Ody


Direção
Direção: Fraga, Ody; Marins, José Mojica
Continuidade: Penna Filho

Fotografia
Direção de fotografia: Pfister, George; Fernandes, Eliseu
Câmera: Pfister, George
Assistência de câmera: Branca, Nuvem
Animação: Del Rey Filmes

Dados adicionais de fotografia
Foco: Eugenio
Eletricista: Silva, Edgar F. da

Som
Sonografia: Arte Industrial Cinematográfica

Montagem
Montagem: Elias, Luis

Direção de arte
Cenografia: Vedovato, José
Letreiros: Del Rey Filmes

Dados adicionais de direção de arte
Maquiagem: Lago, Paulo
Assistência de maquiagem: Sieczko, Dina S.

Música
Música: Moreira, José Paulo

Dados adicionais de música
Título da música: Diabo de Vila Velha, O
Intérprete(s): Lopes, Edson

Canção
Autor da canção: Marins, José Mojica;
Intérprete: Lopes, Edson
Conjunto e banda: Coral de Roberto Leme

Autor da canção: Coral Paulo VI
Orquestra: Leme, Roberto

Locação: Vila Velha - PR; Foz do Iguaçu - PR; Lagoa Dourado - PR
Identidades/elenco:
Ribeiro, Milton
Maria, Aci
Figueiredo, Lêda
Marçal, Silvana
Nery, Gilda
Rodrigues, Roque
Souza, Oswaldo de
Marins, José Mojica
Leforet, Nelson
Carvalho, Gene
Utrabo, Rubens
Moreira, Paulo
Kara, Salomão
Spigiorim, Eugenio
Lemos, Jorge
Andrade, Paulo
Barreto, Evandro L.
Silva, Euripedes da
Mendes Jr., Nelson T.
Sieczko, Victor M.
Monteiro, Milton
Sartoris, Mario
Barbosa, Domingos
Caçador, Rosalvo
Rezende, Nilza
Sieczko, Dina S.
Moreira, Margarete
Garotas do Trole
Alunos da Iberia Filmes
Anton, Luiz
Fernandes, Aparecido Firmino Moraes

Conteúdo examinado: S
Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
CB/FIBRA
LRB/CP
AB-IF/MALDITO
CENS/IV
CENS/I
Correio da Manhã, 17.10.1965
Diário da Noite, 25.05.1966
Fontes consultadas:
ACPJ/I
Observações:
LRB/CP informa que <Pfister, George> foi responsável pela fotografia de interiores e Eliseu Fernandes, exteriores.
AB-IF/MALDITO aponta 1964-1965 como data de produção; diretor não-creditado <Marins, José Mojica>; o diretor de fotografia <Fernandes, Eliseu>; o câmera <Pfister, George> e a distribuição em vídeo da <Mega Vídeo>. Informa ainda que <Marins, José Mojica> assumiu a direção quando <Fraga, Ody> abandonou-a.
Consta em observações do Certificado de Censura Federal 26.170: "suprimir cenas em que aparece a atriz com os seios a mostra e exibindo peça íntima".
Diário da Noite de 25.05.1966, informa que o filme foi inteiramente filmado em Vila Velha, PR, e contou com a colaboração da <Cavalaria da Polícia Militar do Paraná>.
Correio da Manhã de 17.10.1965 menciona que se trata do primeiro filme paranaense.
ACPJ/I acrescenta <Lemos, Jorge> como assistente de direção; o gerente <Palacios, Alfredo>; o assistente <Moreira, José P.>; o câmera <Lombardi, Guglielmo>; o assistente <Ouwintchensko, Eugenio>; <Lombardi, Ugo> em sonografia; dublagem de <Bonas, Waldir>; mixagem de <Foscoli, Carlos>; música de <Peruzzi, Edmundo>; filmagens em <Foz do Iguaçu>, <Lagoa Dourada> e <Vila Velha>; e no elenco: <Mariano, Aparecido>, <Parreira, Avelino>, <Eugenio, Carlos>, <Lopes, Edson>, <Moraes, Ermes>, <Spigiori, Eugenio>, <Moreira, Laerte>, <Ferreira, Luiz>, <Pena Filho>, <Moraes, Rubens>, <Brazolin, Arlete>, <Cachoeira, Cidalia>, <Aparecida, Claudia>, <Maria, Denise>, <Carmen, Maria del>, <Pinto, Marina>, <Ramos, Renilda>, <Sartoris, Mario>, <Fernandes, Moacir>, <Andrade, Paulo> e <Almeida, Walter>.
Algumas fontes acrescenta no elenco: <Paula> com a personagem Ana Rosa; <Prado, Alberto>; <Vedovato, José> e <Cara, Salomão> e na direção incluem <Miranda, Armando de>.
Os letreiros do filme, após indicar a empresa encarregada pela sonorização do filme, grafa os nomes de <Foscolo, Carlos> e <Bonnas, Waldyr> que provavelmete são os técnicos responsáveis. Esta fonte grafa o nome de <Marins, José Mojica> como José Mogica Marins.
Há também a indicação do nome de Evandro Barreto L. como <Barreto, Evandro>.




página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Pesquisa avançada   
Pesquisar por : Pesquisa simples   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH powered by WWWISIS