Base de dados : FILMOGRAFIA
Pesquisa : ID=014064 []
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Completo]

página 1 de 1


   1 / 1
seleciona
Cartaz
A SINA DO AVENTUREIRO
Categorias
Longa-metragem / Sonoro / Ficção

Material original
35mm, BP, 88min, 2.450m, 24q, Eastman, Cinemascope

Data e local de produção
Ano: 1958
Início: 1957
País: BR
Cidade: São Paulo
Estado: SP


Certificados
Censurado a 20.11.1958, 120m, 15 cópias, trailer.Recensurado em 18.05.1960, 15 cópias.Recensurado com Certificado de Censura Federal n. 17.539, de 22.01.1964, 1 cópia, proibido para menores de 18 anos.
Data e local de lançamento
Data: 1958.12.19
Local: Santo André - SP
Sala(s): Tangará


Circuito exibidor
Exibido em São Paulo a 19.08.1959, no Coral.
Exibido no Rio de Janeiro no Pathé e no Riviera.
Sinopse
"Após ser baleado fugindo de um tiroteio, o bandido Jaime cai à margem de um rio, onde é socorrido por duas belas jovens. Ele envolve-se romanticamente com Dorinha, filha de um fazendeiro e, por amor a ela, entrega-se à polícia. Ao sair da prisão, Jaime tem que enfrentar Xavier, um bandido sanguinário que planeja vingar-se do pai de Dorinha." (ALSN/DFB-LM)
Gênero
Drama rural; Faroeste
Produção
Companhia(s) produtora(s): Indústria Cinematográfica Apolo Ltda.
Produção: Pereira, Augusto; Lima, Nilza de
Direção de produção: Rodrigues, Fernando; Preusse, Walter

Produção - Dados adicionais
Gerente de produção: Rodrigues, Fernando

Distribuição
Companhia(s) distribuidora(s): Polifilmes; Satélite Filmes

Argumento/roteiro
Argumento: Marins, José Mojica
Roteiro: Marins, José Mojica


Direção
Direção: Marins, José Mojica
Continuidade: Preusse, Walter

Fotografia
Direção de fotografia: Marin, Honório
Assistência de câmera: Giaccheri, Corintt

Dados adicionais de fotografia
Eletricista: Marins, José Mojica; Belar, Alex

Montagem
Montagem: Elias, Luiz

Direção de arte
Direção de arte: Graveto
Figurinos: Marins, José Mojica
Cenografia: Marins, José Mojica; Graveto

Dados adicionais de direção de arte
Cabelereiro: Marins, José Mojica
Maquiagem: Marins, José Mojica

Música
Música: Silva, João da; Balu, Eni

Dados adicionais de música
Título da música: Sina do Aventureiro, A;

Título da música: Olha Boiadeiro;

Título da música: Ventania;

Título da música: Numa Promessa de Amor;

Título da música: Renuncia a Tristeza;

Título da música: Baião da Liberdade;

Título da música: Confissão de Uma Saudade;

Título da música: Meia Lua;

Título da música: Quando Decide o Coração;

Título da música: Alvorecer

Orquestra: Silva, João da

Regente Maestro: Silva, João da

Canção
Autor da canção: Marins, José Mojica

Locação: São José da Bela Vista - SP
Identidades/elenco:
Lima, Acácio de (Jaime)
Alves, Shirley (Dorinha)
Pereira, Augusto (Capitão Osvaldo)
Ferreira, Ruth (Rosária)
Eletra, Tônia
Martines, Amides (Xavier)
Leão, Alaert
Graveto
Marins, José Mojica (Gregório)
Martins, Geraldo
Zann-Folim
Brandão, Duarte
Martinetti, Renato
Pires, Édson
Carmem, Édena
Martins, Pedro
Viera, Leandro
Alves, Arabá
Enibalú
Rodrigues, Leonardo
Marchelli, Sibila
Fornazeiro, Adelmo
Boldrim, Antônio
Luzzi, Dionizio
Ferreira, Nádia
Moreno, Francisco
Sousa, Mauro de
Roberto, João
Gomes, Benedito
Neto, José
Bianco, Mario
Russo, Leonardo
Identidades/elenco:
alunos da escola de Arte Dramática Apolo

Conteúdo examinado: S
Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
LRB/CP
CENS/I
Certificado de Censura Federal
Jornal do Comércio, 29.07.1961
AB-IF/MALDITO
ALSN/DFB-LM
Fontes consultadas:
ACPJ/I
Observações:
ACPJ/I indica 1959 como o ano de produção e acrescenta argumento de <Lima, Acácio>; sonografia de <Gomes, Antonio S.>; cenografia de <Cacheo, Helio>; montagem de <Viana, Basilio> e no elenco: <Mara, Itala>; <Belar, Nadia>; <Soler, Rosita>; <Borges, Itamar>; <Espanhola, Conchita>; <Lima, Nilza>; <Moreno & Inhana>; <Duo Brasil> e <Regional João Dias>.
AB-IF/MALDITO cita <Person, Luiz Sérgio> e <Laurelli, Glauco Mirko> como roteiristas, porém, com a exigência de Person para que seu nome não aparecesse nos créditos.
Relançado em 1964, com uma versão erótica, o filme foi exibido em três cinemas de filmes eróticos do centro de São Paulo.
Primeiro filme brasileiro rodado em Cinemascope.
Primeiro longa-metragem de <Marins, José Mojica>.
Distribuição em Vídeo da <S.A.M. Rádio Pictures>.
<Marins, José Mojica> interpreta 3 papéis no filme.
CENS/I indica como proprietário a <Rex Filme> S.A. ao apontar o trailer censurado em certificados.
"Estrelando no cinema profissional, Mojica realiza o primeiro autêntico western brasileiro, aparecendo numa ponta como Gregório, um jagunço do bando de Xavier. Ele também escreveu as letras das dez canções da trilha sonora. Em 1964, o filme foi relançado com uma dose extra de sexo, incluindo uma nova sequência com cerca de dez minutos passada no hotel, na qual Mojica interpreta um velhinho" (Barcinski, André e Finotti, Ivan, cit. in. ALSN/DFB-LM)




página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Pesquisa avançada   
Pesquisar por : Pesquisa simples   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH powered by WWWISIS