Base de dados : FILMOGRAFIA
Pesquisa : ID=003382 []
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Completo]

página 1 de 1


   1 / 1
seleciona
Cartaz
O DESCOBRIMENTO DO BRASIL
Categorias
Longa-metragem / Sonoro / Ficção

Material original
35mm, BP, 60min, 1.706,60m, 24q

Data e local de produção
Ano: 1937
Início: 1936.05.22
Final de filmagem: 1937.09.00
País: BR
Cidade: Salvador; Rio de Janeiro
Estado: BA; DF


Certificados
Censurado entre 01 e 15.12.1937.O trailer foi censurado entre 16 e 30.11.1937.
Data e local de lançamento
Data: 1937.12.06
Local: Rio de Janeiro
Sala(s): Palácio
Exibição especial: 1937.11.30
Local exibição especial: Rio de Janeiro (exibição especial para a imprensa)


Circuito exibidor
Exibido no Rio de Janeiro de 13 a 19.12.1937, no Império. Circulou também pelo São José, dentro da Cinelândia, e pelo Odeon, em Niterói. A partir de 01.1938 o filme integra-se num circuito secundário, sendo projetado em cinemas de bairros, como o América, o Ipanema e o Americano. No dia 14.01.1938 o filme saiu de cartaz.
Exibido em Portugal, em 1939.
Sinopse
A partida das 13 naus de Pedro Álvares Cabral de Lisboa e sua difícil trajetória pelo mar desconhecido. A chegada a uma nova terra marca o encontro amigável com o povo indígena. A paisagem do Novo Mundo fascina: os animais, as pessoas, as plantas. A realização da primeira missa harmoniza as relações entre os seres.
Gênero
Drama
Termos descritores
Literatura; História; BR
Termos geográficos
PT; BR
Produção
Companhia(s) produtora(s): ICB - Instituto de Cacau da Bahia; Ministério da Educação e Saúde; INCE - Instituto Nacional de Cinema Educativo; Ministério da Educação e Cultura

Distribuição
Companhia(s) distribuidora(s): D.F.B. - Distribuidora de Filmes Brasileiros

Argumento/roteiro
Diálogos: Duarte, Bandeira

Estória: Ilustração detalhada da <Carta de Pero Vaz de Caminha> de <Caminha, Pero Vaz de>

Direção
Direção: Mauro, Humberto
Assistência de direção: Duarte, Bandeira
Coreografia: Queiroz, Mario de

Fotografia
Direção de fotografia: Mauro, Humberto; Botelho, Alberto; Campiglia, Alberto; Ribeiro, Manoel
Fotografia de cena: Paes

Dados adicionais de direção de arte
Cabelereiro: Assis, O. de

Música
Música de: Villa-Lobos
Direção musical: Villa-Lobos
Música original: Villa-Lobos, Heitor

Dados adicionais de música
Orquestra: Grande Orchestra Symphonica e 100 vózes do Orpheão de Professores do Districto Federal

Locação: Ilha do Governador, Rio de Janeiro - DF; Praia da Freguesia; Campo Grande (derrubada do jequitibá); Ilha d'Água
Identidades/elenco:
Costa, Alvaro (Pedro Álvares Cabral)
Deus, João de (Aires Correa, capitão de um dos navios)
Rocha, Manoel (Pero Vaz de Caminha)
Silva, Alfredo (Frei Henrique de Coimbra)
Calmon, Reginaldo (Índio que vai ao navio)
Aracati (Índio que vai ao navio)
Oliveira, Arthur de (Pero Escobar)
Silva, João (Frade)
Castro, Arthur (Frade)
Silveira, J. (Marinheiro)
Rios, De los (D. Duarte Pacheco)
Duval, Armando (Nicolau Coelho e Bartolomeu Dias)
Barrozo Netto, Hélio (Edgar)
Henrique, Costa (Marinheiro)
Mauro, Humberto (Português)
Mauro, J. (Índio)
Baldi, João

Conteúdo examinado: S
Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
CB/Descrição plano a plano
EVM/LPMC
AV/ICB
AG/50 CIN
LP/FBP
CENS/DOU
INC/CESD
Embrafilme/CMHM
Cinearte
HH/FEB
Fontes consultadas:
FCB/FF
AV/HM
CS/FF
JCR/IBC
F Curto/CRRS
JIMS/OESP
ACPJ/75
ACPJ/CB: 1906-1968
A Scena Muda, 14.12.1937
MAM/Retrospectiva Humberto Mauro
JN/Imigrantes - Portugueses II
www.instituto-camoes.pt/revista/filmshistoria.htm, acessado em 06.03.2009
Observações:
AG/50 CIN informa que a produção esteve a cargo da <Brazília Filme> e que <Campiglia, Alberto> foi o produtor.
A mesma fonte descreve que "(...) uma das características do filme foi a reconstituição, em tamanho natural, com detalhes, da nau capitânea de Cabral, construída diante dos camarins da <Cinédia>, assim também como as miniaturas, por <Queiroz, José>."
AV/HM, que reproduz inúmeras informações de ACPJ/I, afirma que <Calmon, Reginaldo> fez o personagem Aracati, porém, outras fontes informam que Aracati seria um outro ator. Também são dessas fontes as seguintes indicações: cenografia de <Souza, Bernardino José de> e <Rosenmayer, Arnaldo>; caracterização <Assis, Antonio de>; duração total de 83min.
INC/CESD informa outra duração: 53min.
Para FCB/FF, a cenografia ficou a cargo de <Barros, Luiz de>, o qual "(...) construiu a caravela, para os interiores a bordo, no terreno do estúdio da Cinédia."
JIMS/OESP informa que Humberto Mauro participou da VI Exposição Internacional Cinematográfica da Itália, em Veneza, e que, segundo a agência noticiosa United Press, foram exibidos <DESCOBERTA DO BRASIL, O>; <CÉUS DO BRASIL> e <VITÓRIA RÉGIA>.
CENS/DOU indica metragens distintas: 2.170m para o filme e 90m para o trailer. A cópia examinada, em 16mm, possui 670m.
Fotografia: Cinearte, 01.12.1937.
Segundo o Instituto Camões: estréia em Portugal no <Cine Coliseu>, no dia 07.01.1939; "reflexos da história portuguesa no século XVI. Uma das mais elevadas produções brasileiras da época e filme pioneiro ao nível das reconstituições históricas, destacando-se a reprodução da nau de Pedro Álvarez Cabral, em tamanho natural e com detalhes".




página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Pesquisa avançada   
Pesquisar por : Pesquisa simples   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH powered by WWWISIS