Base de dados : FILMOGRAFIA
Pesquisa : ID=028922
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Completo]

página 1 de 1


   1 / 1
seleciona
AUKÊ
Categorias
Curta-metragem / Sonoro

Material original
16mm, COR, 45min, 495m, 24q

Data e local de produção
Ano: 1977
País: BR


Sinopse
"Baseado no mito indígena da tribo Timbira que conta a aparição do homem branco. O mito, que é um reflexo da visão que o índio tem do branco, é ilustrado dentro do filme por imagens que mostram a visão que o índio tem do branco, é ilustrado dentro do filme por imagens que mostram a visão que o homem branco tem do índio." (O Estado de S. Paulo, 13.11.1977)
"Parte de um mito timbira sobre a criação do homem branco, para estabelecer um painel do tratamento preconceituosos do índio no cinema nacional". (JCR/IBC)
Gênero
Documentário
Termos descritores
Índio; História; Folclore
Descritores secundários
Timbira
Produção
Produção: Caldeira, Oswaldo

Argumento/roteiro
Roteiro: Caldeira, Oswaldo; Muniz, Almir


Direção
Direção: Caldeira, Oswaldo

Fotografia
Direção de fotografia: Escorel, Lauro

Som
Direção de som: Cézar, Antonio

Montagem
Montagem: Caldas, Manfredo

Identidades/elenco:
DaMatta, Roberto
Narração:
Sfat, Dina

Conteúdo examinado: N
Fontes utilizadas:
FBR/10
O Estado de S. Paulo, 13.11.1977
JCR/IBC
Cinemais, n.20, nov. e dez. 1999, p. 152-53
Observações:
O Estado de S. Paulo, 13.11.1977 aponta <1976> como o ano de produção e informa que o filme foi exibido no <Festival Internacional do Filme de Curta Metragem e do Filme Documentário, 6, 1977>, Lille - FR.
Cinemais, n. 20, informa que <AUKÊ> é um média especial: "em princípio é uma aula, em que o professor presente interpreta dois mitos indígenas, um contando a origem do fogo e o outro o surgimento do homem branco. Há uma condução central do antropólogo <DaMatta, Roberto> que faz uma exposição baseada em seu próprio livro, examinando os dois mitos. Além disso, há na estrutura do filme dois canais que se contrapõem: o das imagens, colhidas de filmes de homens brancos falando sobre índios, e o canal das lendas recolhidas, em que os índios falam do branco. O canal das imagens é alimentado por toda sorte de filmes brasileiros autorais ou não, anônimos, de arquivos, de reportagens etc., e fotos. Há ainda uma série de imagens filmadas para pequenas colagens e inclusões."




página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Pesquisa simples   
Pesquisa avançada
 
  Entre uma ou mais palavras
    
  Todas as palavras (AND)    Qualquer palavra (OR)
 



Search engine: iAH powered by WWWISIS