Base de dados : FILMOGRAFIA
Pesquisa : ID=005506
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Completo]

página 1 de 1


   1 / 1
seleciona
Fotos
CÉU AZUL
Categorias
Longa-metragem / Sonoro / Ficção

Material original
35mm, BP, 80min, 2.269m, 24q

Data e local de produção
Ano: 1940
País: BR
Cidade: Rio de Janeiro
Estado: DF


Certificados
Certificado de Censura Federal, entre 16 e 31.01.1941.
Data e local de lançamento
Data: 1941.01.31; 1941.01.31
Local: Rio de Janeiro; São Paulo
Sala(s): Metro


Circuito exibidor
Exibido em São Paulo de 31.01 a 11.02.1941, no Metro; de 15 a 23.04, no São José; de 21 a 26.04, no Rex; de 22 a 29.04, no Moderno; de 28.04 a 04.05, no Glória; de 22 a 27.05, no Fênix; de 22 a 27.05, no Paulistano; no dia 08.06, no Oberdan e de 27 a 30.06, no Teatro São Paulo.
Sinopse
A Companhia de Esquetches Musicados do Teatro 'Brasil' está em crise. Após o fracasso de estréia de uma nova peça, o empresário Artur Fernandes, apesar dos protestos de Nini del Mar - a estrela da companhia - resolve chamar Vitorino, que é o único autor que conhece o gosto do público e as capacidades artísticas da companhia, para escrever a próxima peça. Vitório, um desses boêmios que não moram em parte nenhuma, é encontrado num bar da Lapa pelo contra-regra, que lhe entrega a carta do empresário. No dia seguinte, Vitório e seu amigo Arlindo (que além de cantor é também um autor que precisa apenas de uma chance para se evidenciar) vão ao escritório do Teatro 'Brasil'. Encomendam a peça, que terá estréia dez dias depois. Vitorino promete parar de beber e trazer a peça pronta em cinco dias. O empresário começa a fazer a propaganda de Céu azul, a nova peça de Vitorino Brasil. Dias e dias passam-se. Nada de peça, nada de Vitorino. Desesperado, o empresário manda percorrer todos os bares da cidade, até que Vitorino seja encontrado. Estava ele bebendo no Alto da Boa Vista, gastando os últimos níqueis do vale adiantado pela peça. O empresário decide então trancar Vitorino no porão do teatro, obrigando-o a escrever. Enquanto Vitorino trabalha, Nini dá uma festa em sua casa, onde planeja impedir que a peça do Vitorino chegue a termo. Aproveitando que Vitorino dormia, vencido pelo cansaço, Nini infiltra-se no porão e deixa duas garrafas de champagne junto ao escritor. Acordado, depara-se, alegre e surpreso, com as garrafas. Esquece da peça e passa a beber, até que embriagado, encosta-se numa pilha de caixote de cenários, desabando sobre eles e levando-o para o hospital. Anunciada dali a três dias e com seu autor impossibilitado de acabar a peça, Arlindo se prontifica a terminar a revista. (Resumo a partir de A Scena Muda, 21.01.1941; Cine-repórter, 08.02.1941)
Gênero
Comédia; Musical
Termos descritores
Música popular brasileira
Prêmios
Segundo Melhor Filme de longa-metragem selecionado no Concurso, 1941 do DIP - Departamento de Imprensa e Propaganda.
Produção
Companhia(s) produtora(s): Sonofilms
Produção: Byington Jr., Alberto; Downey, Wallace

Distribuição
Companhia(s) distribuidora(s): DN - Distribuição Nacional

Argumento/roteiro
Argumento: Costa, Ruy
Roteiro: Costa, Ruy


Direção
Direção: Costa, Ruy

Fotografia
Direção de fotografia: Ribeiro, Manoel

Som
Direção de som: Cavalier, Roberto

Direção de arte
Figurinos: Costa, Ruy
Cenografia: Ribeiro, Manoel

Canção
Título: Andorinha;
Autor da canção: Caldas, Silvio;
Intérprete: Caldas, Silvio;

Título: Até papai;
Autor da canção: Marques, Arlindo; Murad, Jorge e Roberti, Roberto;
Intérprete: Joel e Gaúcho;

Título: Aurora;
Autor da canção: Lago, Mário e Roberti, Roberto;
Intérprete: Joel e Gaúcho;

Título: Canção dos artistas;
Autor da canção: Martins, Roberto e Batista, Wilson;
Intérprete: Anjos do Inferno;
Componentes: Fiúna, Antônio; Almeida, Harry Vasco de; Ferreira, Aluísio Antunes; Medeiros, José Jofre de; Pinheiro, Walter; Baptista Filho, Renato; Verri, Hélio e Vilar, Leo;

Título: Cowboy do amor;
Autor da canção: Martins, Roberto e Batista, Wilson;
Intérprete: Anjos do Inferno;
Componentes: Fiúna, Antônio; Almeida, Harry Vasco de; Ferreira, Aluísio Antunes; Medeiros, José Jofre de; Pinheiro, Walter; Baptista Filho, Renato; Verri, Hélio e Vilar, Leo;

Título: Dança do funiculi;
Autor da canção: Lacerda, Benedito e Martins, Herivelto;
Intérprete: Alves, Francisco;

Título: Eu trabalhei (paródia);
Intérprete: Otelo, Grande;

Título: Guiomar vem cá;
Autor da canção: Marques Jr., Arlindo e Roberti, Roberto;

Título: Helena Helena;
Autor da canção: Almeida, Antônio e Silva, Constantino (Secundino);
Intérprete: Anjos do Inferno;
Componentes: Fiúna, Antônio; Almeida, Harry Vasco de; Ferreira, Aluísio Antunes; Medeiros, José Jofre de; Pinheiro, Walter; Baptista Filho, Renato; Verri, Hélio e Vilar, Leo

Título: Horácio;
Autor da canção: Barro, João de; Ribeiro, Alberto e Vermelho, Alcir Pires;
Intérprete: Alves, Francisco;

Título: Onde o céu é mais azul;
Autor da canção: Barro, João de; Ribeiro, Alberto e Vermelho, Alcir Pires;
Intérprete: Alves, Francisco;

Título: Quebra-quebra;
Autor da canção: Barro, João de e Pires, Alberto;

Título: Tempo quente;
Autor da canção: Barro, João de e Pires, Alberto;

Título: Vida pobre;
Autor da canção: Caetano, Pedro e Vermelho, Alberto Pires;
Intérprete: Costa, Heleninha;

Título: Tocaram a campanhia
Autor da canção: Caetano, Pedro e Vermelho, Alberto Pires
Intérprete: Costa, Heleninha

Identidades/elenco:
Costa, Jaime (Artur)
Helena, Heloisa (Nini)
Amaral, Arnaldo (Arlindo)
Selva, Déa (Guiomar)
Oscarito (Vitorino)
Otelo, Grande (Chocolate)
Costa, M. (Contra-regra)
Suarez, Laura
Souza, Vina de
Cavalcanti, Zaira
Helena, Diva
Martins, Ribeiro
Lopes, Murilo
Alves, Francisco
Batista, Linda
Caldas, Silvio
Costa, Heleninha
Garoto
Lane, Virgínia
Melo, Silvinha
Pandeiro, Russo do
Alvarenga e Ranchinho
Anjos do Inferno [Fiúna, Antônio; Almeida, Harry Vasco de; Ferreira, Aluísio Antunes; Medeiros, José Jofre de; Pinheiro, Walter; Baptista Filho, Renato; Verri, Hélio; Vilar, Leo]
Joel e Gaúcho
Benedito Lacerda e Seu Conjunto Regional
Simon Boutman e Sua Orquestra
Napoleão Tavares e Sua Orquestra
Orquestra All Star
Itália e Seu Corpo de Bailesco do Teatro Municipal
Yucco

Conteúdo examinado: N
Fontes utilizadas:
CB/Ficha Filmográfica
JIMS/OESP I
CENS/DOU
JCB/Chan
CS/FF
A Scena Muda, 21.01.1941
FR-LFM/ECB
Fontes consultadas:
ACPJ/75
FCB/FF
Cinearte, 15.03.1941; 10.1941; 01.1942
ACPJ/I
JN/Imigrantes - Americanos I
JN/Imigrantes - Espanhóis II
Observações:
FR-LFM/ECB informa que o nome do diretor é <Martines, Jaime Rui Costa Abolo>, mas seu nome artístico é <Costa, Ruy>.
O ator <Sardinha, Anibal Augusto> possui o pseudônimo de <Garoto>.
CS/FF e FCB/FF indicam <Brasil, Edgar> como fotógrafo. Não há, porém nenhuma referência em HH/FEB. FCB/FF indica <Viana, Basílio> como operador de câmera e EOQ/ASM indica <Maia, Basilio>. CS/FF chama <Byington Jr., Alberto> apenas de <Byington, Alberto> e FCB/FF acrescenta o nome de <Downey, Wallace> como diretor de produção.
JCB/Chan dá, em dois pontos diferentes, intérpretes distintos para o contra-regra: num ponto <Costa, M.> e noutro <Lopes, Murilo>. FCB/FF dá a interpretação do contra-regra para <Lopes, Murilo>. A mesma fonte, com relação ao argumentista, informa: "Outras filmografias dão <Sá, E.>. É certo que <Costa, Rui>, <Rui, J.> e <Sá, E.> sejam a mesma pessoa (...)". CS/FF, AV/ICB e FCB/FF apontam a direção, o argumento e o roteiro de <Costa, Ruy> (<Sá, E.>).
Fotografia: Cinearte, 01.1942 e A Scena Muda, 21.01.1941.
JCB/Chan indica 1941 como ano de produção.
ACPJ/I indica como argumentista os nomes de <Rui, Jaime> e <Sá, E.>.
CENS/DOU classifica o gênero do filme como sendo o de "Revista".




página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Pesquisa simples   
Pesquisa avançada
 
  Entre uma ou mais palavras
    
  Todas as palavras (AND)    Qualquer palavra (OR)
 



Search engine: iAH powered by WWWISIS